Menu fechado

Vestibular: Uma verdadeira maratona

A rotina de um jovem em ano de vestibular pode ser comparada ao trabalho de um maratonista, que se prepara com afinco, determinação e disciplina a cada novo desafio. Para o atleta, alcançar um lugar no pódio e até mesmo finalizar a prova exige muita preparação. Da mesma forma, os candidatos ao vestibular preparam-se para conseguir a sonhada vaga na universidade e alcançar sua meta.

A preparação

Para a corrida, a preparação deve começar meses antes, com a realização de exercícios físicos para fortalecer os músculos, visando o desempenho adequado. Na preparação pré-vestibular, as coisas também funcionam de forma semelhante, pois é necessário desenvolver as competências ao longo do tempo para que o desempenho na prova esteja sempre adequado aos desafios apresentados. Deixar para a última hora nunca será a melhor alternativa. Quanto mais aquecido estiver em relação a seus conhecimentos, mais fácil será vencer o percurso em direção às conquistas na carreira escolhida. Portanto, quanto mais cedo começar, mais rapidamente os resultados aparecerão.

Nesta etapa, o apoio familiar é indispensável. É fundamental poder contar com a torcida fiel dos familiares. Saber que se tem esse apoio em todos os momentos, desde a preparação, no desenrolar da corrida e – principalmente – na acolhida da chegada, já é uma dose a mais de energia para o melhor desempenho. Ter uma base familiar como suporte para que se possa arriscar a correr em busca de um lugar de destaque torna a todos verdadeiramente destemidos.

Vontade é outro combustível indispensável. É a vontade que faz o ser humano dar o primeiro passo e manter a marcha em ritmo de conquista. Sem vontade nada acontece; simplesmente nada!

Durante a prova

Em relação ao clima que permeia os processos, pode-se afirmar que existe a temperatura ambiente e a temperatura emocional. Na corrida por uma vaga, por vezes, a temperatura é alta, sem refresco, fazendo todos se desgastarem bastante.

Para isto, é importante manter bons pensamentos. São os bons pensamentos que fazem encarar o desafio com bom-humor e com muita energia. Muitas vezes, são os pensamentos de entusiasmo, de uma realidade favorável que levam os atletas à vitória.

Aqui vale lembrar a importância de ir sempre além na etapa de preparação. Prepare-se mais que o necessário! Tenha uma reserva de energia, de recurso. Assim, quando os imprevistos surgirem, será possível absorvê-los sem sobressaltos. Mas é preciso lembrar que nem sempre os cenários favoráveis se concretizam. Por isso, é necessário buscar provisão para as realidades adversas. Assim, torna-se imprescindível desenvolver habilidades e competências para realizar a empreitada em direção à meta, quando os ventos forem favoráveis e o terreno plano – e também em terrenos acidentados e escorregadios, sem ventos e até à beira de verdadeiros abismos.

A chegada

Cruzar a linha de chegada é uma visão que se repete várias vezes. Cada um tem seu ritual para marcar o momento e o imagina quando chegar a sua vez. Alcançar um objetivo traçado já é por si só gratificante, mais ainda quando se constituiu num desafio, num esforço de superação. A conquista de uma meta, a chegada ao final de uma corrida em direção ao sucesso provoca um verdadeiro frisson , uma emoção muito forte, quando a pessoa percebe que seus esforços não foram em vão e que, aquilo que um dia foi sonho, num determinado momento se torna realidade bem diante de seus olhos e bem debaixo de seus pés.

Subir ao pódio é uma etapa a mais no desafio. É uma conseqüência da dedicação aos treinos e uma dose de concentração nos objetivos.

A preparação, o incentivo da torcida, o apoio, o entusiasmo, o desejo de superação, a persistência, a crença de que é possível, a mentalização favorável, a troca de energia positiva com as demais pessoas e o respeito aos demais competidores são ingredientes que impulsionam o atleta vestibulando em direção à chegada.

Ao conquistar um degrau no pódio, uma nova colocação ou promoção, no momento seguinte, quem de nós já não se perguntou: para quando e onde será o próximo desafio? No caso dos jovens vestibulandos, a conquista de uma vaga na universidade é apenas a primeira de uma série de campeonatos a serem vencidos ao longo de sua carreira futura.

Veja também: