Menu fechado

Inovações da energia limpa

UNITAU discute inovações em
prol da energia limpa

 

Congresso internacional
reúne cientistas de todo o mundo, no campus de Ubatuba, para debater as
alternativas energéticas para o futuro 

 


Com o tema “Energia limpa para o mundo – Etanol, Biodiesel e Gás
Natural”, a Universidade de Taubaté (UNITAU) abriu na noite deste domingo, 7 de
dezembro, o 3º Congresso Internacional de Cooperação entre Universidade e
Indústria (Unindu), evento promovido em parceria entre a Universidade de Perugia
(Unipg, Itália), a Universidade Estadual de San Diego (SDSU, Estados Unidos), a
Universidade Estadual Paulista – UNESP/Guaratinguerá) e da Universidade Federal
de Itajubá (Unifei).


Cerca de 80 pessoas acompanharam a cerimônia de abertura,
realizada na sede do campus da UNITAU em Ubatuba, que contou com a presença do
Prof. Dr. José Roberto Cortelli (Pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da
UNITAU), representando a Reitora Profa. Dr. Maria Lucila Junqueira Barbosa, do
Prof. Dr. Giorgio Eugenio Oscare Giacaglia (presidente do Comitê Organizador do
3º Unindu), do Prof. Dr. José Luz Silveira (Universidade Estadual Paulista –
Unesp/Guaratinguetá), do Prof. Dr. Asfaw Beyene (Universidade Estadual de San
Diego/Califórnia/USA), do Prof. Dr. Evando Luiz Nohara (membro do Comitê
Organizador do 3º Unindu) e do Prof. Dr. Francisco José Grandinetti, (Pró-Reitor
de Administração da UNITAU).


“É com grande prazer que abrimos este evento que marca, mais uma
vez, essa boa relação que temos com as Instituições que nos ajudam a organizar o
Unindu”, ressaltou o presidente do Comitê Organizador do 3º Unindu, Prof. Dr.
Oscare Giacaglia.


Após o registro de boas-vindas do cerimonial, realizado
simultaneamente em inglês e português, o público presente também prestigiou a
palestra de abertura, proferida pelo Prof. Dr. Doutor Guilherme Ary Plonski, que
é coordenador científico do Núcleo de Política e Gestão Tecnológica da
Universidade de São Paulo (USP), com o tema “Gestão Estratégica da Inovação:
inovação e cooperação Universidade-Empresa”.


Plonski ressaltou a importância da transferência de conhecimento
das universidades para as indústrias, destacando exemplos de sucesso, no Brasil
e no mundo, de empresas que cresceram fortalecidas pelo conhecimento gerado na
academia.


O palestrante ainda ressaltou a importância das incubadoras como
uma estratégia eficaz para transferir o conhecimento científico das
universidades para a indústria, o que já é consolidado nos países desenvolvidos,
mas só agora começa a ganhar força no País. “Aqui, as incubadoras nasceram nos
anos 80, mas só começaram a ganhar força após o Plano Real. Hoje, já somamos
cerca de 400 incubadoras espalhadas por todo o País, com cerca de 1.500 empresas
incubadas, 3 bilhões de reais de receita gerada e 33 mil empregos diretos de
alta qualificação, com grande potencial para crescer mais”, destacou.


 

MÚSICA
BRASILEIRA

– Um show à parte durante a cerimônia de abertura do 3º Unindu foi a
apresentação do sexteto de cordas da Fundação Cultural e Artística (Funac) da
UNITAU. Seguindo a proposta internacional do evento, o grupo tocou alguns dos
mais conhecidos clássicos da música brasileira em todo o mundo. Destaque para os
solos de cavaquinho e acompanhamento de três violinos, violoncelo e contrabaixo,
numa execução primorosa de diversos pout-pourris de sambas antigos,
música nordestina e bossa nova, com clássicos de Tom Jobim, Luiz Gonzaga e
Adoniran Barbosa.


 


PROGRAMAÇÃO

– O Unindu reúne pesquisadores e especialistas de mais de 20 países, dentre eles
Itália, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Chile, Colômbia, Canadá, Croácia,
Cuba, Espanha, Japão, Paraguai, Porto Rico, Portugal, Suécia, México, Uruguai,
Finlândia, Inglaterra e Venezuela, para debater os avanços e deficiências
mundiais no uso de fontes de energia renováveis, além de discutir o papel da
indústria na preservação ambiental dentro desse processo. Paralelamente ao
evento, serão realizados três grandes encontros internacionais: o “Workshop
Ibero-americano em Células de Hidrogênio Combustível”, o “4º Workshop Cooperação
Universidade-Empresa” e o Fórum global com o tema “A matriz energética no Brasil
e no mundo”, discutindo processos de substituição comercial do petróleo, com uso
da energia mais limpa advinda a partir do hidrogênio e etanol.

A programação tem mais de 100
conferências, apresentações orais e debates previstos para serem realizados até
o próximo dia 10 de dezembro. Todos os horários e locais das atividades estão
disponíveis no site
www.unindu.org

(em inglês).


 


SERVIÇO


O que:

Congresso Internacional de Cooperação entre Universidade e Indústria – Unindu –
(International Congress University Industry Cooperation)


Tema:

“Energia limpa para o mundo: Etanol, Biodiesel e Gás Natural”


Quando:
de 7 a 10 de dezembro


Onde
:
Campus da UNITAU em Ubatuba – Av. Castro Alves, 392 – Itaguá – Ubatuba – SP


Informações:

(12) 3833-1750 ou no site

www.unindu.org

Veja também: