Menu fechado

Alunos de Pré-vestibular, sem classe

Alunos do curso pré-vestibular para funcionários da USP ficaram sem ter onde estudar

Gazeta de Ribeirão

Alunos do cursinho pré-vestibular para funcionários da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto estão sem sala para estudar. A nova turma do Centro Interescolar Preparatório Estudantil (Cipe), que tem 85 alunos, teve apenas uma semana de aula.

O curso era dado em um auditório emprestado pela Faculdade de Medicina (FMRP), onde os organizadores esperavam poder ficar pelo menos até julho.

A FMRP, por meio de um comunicado, disse que houve um mal-entendido e que a sala em que o pré-vestibular estava foi oferecida apenas durante o período de recesso da Semana Santa, tendo que ser retomada quando os estudantes da graduação voltaram às aulas.

Em protesto, os professores do cursinho deram aula nas escadarias na última segunda-feira e, na terça, levaram um abaixo-assinado à Câmara para pedir o apoio dos vereadores. O prefeito do campus, José Aparecido da Silva, se comprometeu a encontrar um novo espaço e afirmou que não há intenção da universidade ou dos diretores em prejudicar o curso.

Segundo ele, espaços para mais de 50 alunos são escassos na USP, mas a Prefeitura media contatos com as unidades de ensino do campus e espera uma resposta até o final da semana. A FMRP afirmou que conta apenas com seis salas para mais de 85 pessoas, o que é insuficiente para a demanda da própria faculdade.

A faculdade alegou ainda que, por causa desse problema de espaço, entrará em obras para reformar um auditório de 120 lugares e para construir um local para 300 pessoas, o que, durante a transição, deve agravar mais o quadro.
(DANIELLE CASTRO)

Veja também: