Menu fechado

Inatel Notícias

 


Inatel coordena Prime e coloca 9 milhões de reais à disposição de
empresas nascentes


A Incubadora de Empresas e Projetos do Inatel, desde o dia 3 de dezembro, é
uma das dezoito incubadoras-âncoras, em todo o país, responsáveis por
coordenar de forma descentralizada o Prime – Programa Primeira Empresa
Inovadora, lançado pela Finep – Financiadora de Estudos e Projetos, que
coloca à disposição de empresas nascentes e inovadoras o montante de 9
milhões de reais.

Através de sua Incubadora, o Inatel será responsável por selecionar até 75
empreendimentos para receberem 120 mil reais cada um. Essa verba é oriunda
do Programa de Subvenção Econômica à Inovação, em forma de recursos
não-reembolsáveis, e poderá ser utilizada para apoiar o empreendedor na
contratação de recursos humanos qualificados e consultorias nas áreas de
gestão e mercado, consideradas relevantes para a empresa no seu estágio
inicial de desenvolvimento.

Quem pode participar

Qualquer empresa com até dois anos de funcionamento está apta a participar
do Prime, desde que desenvolva atividades com conteúdo inovador, que
demonstre claramente um alto potencial de crescimento do negócio. O Prime
prevê, ainda, a capacitação dos empreendedores para atuarem na consolidação
de suas empresas.

Antes de assinar o contrato, como uma das etapas do processo de seleção, os
empresários passarão por um curso de imersão em negócios na modalidade
presencial e à distância, que será ministrado pela Fundação Dom Cabral.

Como se inscrever

A inscrição para o Prime será realizada diretamente na Incubadora do Inatel,
através do site www.inatel.br/incubadora. Os interessados já podem fazer a
pré-inscrição de seus empreendimentos neste mesmo endereço e serão
contatados pela Incubadora no momento em que a Finep lançar o Edital
definitivo do Prime. Mais esclarecimentos sobre o Prime podem ser obtidos
por intermédio do e-mail prime@inatel.br ou pelos telefones (35)3471.9934,
3471.9257 ou 3471.9203.

Para a operacionalização do Prime, o Inatel conta com a parceria local das
seguintes instituições: Sindvel, FAI, Prointec, Incit, Unifei, Facesm,
Associação Industrial de Santa Rita do Sapucaí, Secretarias Municipais de
Ciência e Tecnologia de Santa Rita do Sapucaí e Itajubá.

 

 


Inscrições para o vestibular do Inatel encerram dia 16


Instituto é uma das 3 melhores Instituições de Ensino Superior do interior
do país

Terminam no dia 16 de dezembro as inscrições através da Internet para o
Vestibular do Inatel, pelo site: www.inatel.br/vestibular. Quem perder este
prazo poderá se inscrever até o dia 19 de dezembro no campus da instituição.
As provas para os cursos de Engenharia da Computação e Elétrica serão
realizadas no dia 20 de dezembro, no campus do Inatel, em Santa Rita do
Sapucaí. A taxa de inscrição é de R$20.

O Inatel disponibiliza aos alunos 27 laboratórios, nas áreas de Eletrônica e
Comunicação Digital, Telefonia, Comutação, Sistemas Celulares, Controle e
Automação, Radiofreqüência e Microondas, Engenharia Biomédica, entre outros,
todos atualizados com as mais avançadas tecnologias existentes no mercado,
sendo que muitos deles são estruturados em parceria com grandes empresas
nacionais e multinacionais do setor.

O Instituto é também o maior centro de pesquisas em TV Digital do Brasil,
tendo realizado a primeira transmissão de TV Digital, em 2019. Este ano, o
Inatel recebeu nota máxima em avaliação institucional do MEC e foi
considerado uma das 3 melhores instituições de Ensino Superior do interior
do Brasil, de acordo a avaliação do Prêmio Melhores Universidades, realizado
pelo Guia do Estudante e Banco Real.

A carreira de Engenharia é um dos mais promissores campos de trabalho e
faltam profissionais no mercado. Sendo assim, 98% dos formandos do Inatel já
saem da faculdade empregados.

Dúvidas e informações: Disque Vestibular (35) 3471-9345 ou através do e-mail
e msn: vestibular@inatel.br.

 

 


Inatel integra programa do governo federal para interação tecnológica
com o Japão


O professor do Inatel, Luciano Leonel Mendes, esteve entre os dias 25 e 28
de novembro nas cidades de Tóquio, Yokohama e Osaka, no Japão, acompanhado
de mais 14 pesquisadores e um representante do Ministério da Ciência e
Tecnologia do Brasil para participar de um workshop de interação
tecnológica. Na visita, estiveram presentes representantes de centros de
pesquisa e instituições que participaram do projeto do Sistema Brasileiro de
TV Digital (SBTVD), do qual o Inatel fez parte.

Durante o evento, pesquisadores brasileiros e japoneses expuseram suas áreas
de atuação com o objetivo de permitir um intercâmbio de tecnologias e
competências entre eles. O workshop é uma das atividades previstas na carta
de cooperação tecnológica nos setores industrial e acadêmico já assinada
entre Brasil e Japão.

Encerrando a visita, foram definidos os termos para um convênio entre os
governos dos dois países que permitirá que pesquisadores brasileiros possam
fazer cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado no Japão.
Para este programa, o governo do Brasil irá dispor R$2 milhões, fomentando
até 5 projetos. A expectativa é que governo japonês libere a mesma quantia
para investir no projeto.

Afinidades

Para Luciano, as pesquisas produzidas pelos japoneses possuem grande
afinidade com as necessidades brasileiras, por terem uma aplicação prática
de médio a curto prazo, entre 5 a 10 anos. “Isso é muito importante para um
país emergente, como o Brasil, que precisa dar um retorno rápido de suas
pesquisas à sociedade”, afirma.

Ele acredita que a criatividade do brasileiro desperta o interesse dos
japoneses para uma possível parceria. “Do ponto de vista técnico e
acadêmico, eles não precisam de ajuda, já que produzem tecnologia de ponta.
Porém, encontram limitações para aplicar de maneira diversa essa tecnologia,
pois ao mesmo tempo em que criam um projeto para atender a uma demanda, não
vêem novas aplicações para a tecnologia desenvolvida. Neste ponto, a
flexibilidade do brasileiro pode auxiliar, dando novas alternativas de
aplicações, o que torna o projeto mais viável, inclusive financeiramente”,
explica. E conclui: “Isto seria uma primeira etapa, pois assim que nos
equipararmos a eles na área de pesquisa, também poderemos contribuir do
ponto de vista tecnológico e científico”.

 

 


Escola de idiomas do Inatel realiza tradução para o espanhol dos painéis
do Museu Municipal


Alunos do Cedel – Centro de Ensino de Línguas do Inatel realizaram a
tradução para o espanhol de painéis explicativos do Museu Municipal Delfim
Moreira, que relatam a história de Santa Rita do Sapucaí e do ex-presidente
da República, Delfim Moreira. A iniciativa partiu da professora de espanhol,
Cristina Ribeiro do Nascimento, que contou com a participação de seus alunos
no desenvolvimento de um livro com o título “Museu Delfim Moreira”, entregue
ao coordenador do Museu, Breno Mendonça, no dia 8 de dezembro.

Segundo Cristina, não é a primeira vez que o Cedel realiza um trabalho deste
tipo. “Outros trabalhos, como a tradução da biografia de personalidades de
destaque de Santa Rita e a história do Vale da Eletrônica, também foram
realizados anteriormente”, destaca.

De acordo com a professora, o museu tem recebido muitos estrangeiros que, em
visita ao Vale da Eletrônica, fazem questão de conhecer este ponto
turístico. “Por aqui passam dezenas de pessoas por dia, inclusive
estrangeiros que visitam nossa cidade. Daí veio a idéia das traduções”,
justifica.

Para a coordenadora do Cedel, Maria Helena Brusamolin, esta iniciativa
possibilita aos alunos, muitos vindos de outros estados brasileiros, “a
oportunidade de conhecerem melhor a história e a cultura da cidade e da
região, além de exercitarem o uso da língua espanhola”, comenta.

Uma cópia do trabalho foi gravada em CD e ficará à disposição para consultas
no Cedel.

Matriculas abertas

O Cedel é uma escola de idiomas aberta à comunidade santa-ritense em geral,
além de alunos e ex-alunos do Inatel, professores e funcionários. É um
centro autorizado a aplicar os testes TOEIC (Test of English for
International Communication) e TOEFL (Test of English as a Foreign Language)
e, além dos cursos regulares, oferece também programas de preparação para
esses exames, aulas extras de conversação em todos os níveis e preparação
para entrevistas de emprego.

Até o dia 11 de fevereiro de 2019 estarão abertas as matrículas para os
cursos de inglês, espanhol e francês, em todos os níveis, oferecidos pelo
Cedel. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (35) 3471-9243 ou
pelo e-mail cedel@inatel.br.

Veja também: