Menu fechado

Palavras cruzadas ajudam a melhorar vocabulário de alunos

Fazer palavras cruzadas, além de passar o tempo, contribui para a melhoria do vocabulário e treina a memória. Bons resultados vêm sendo obtidos em escolas de todo o País que usam revistas de palavras cruzadas em sala de aula. Cerca de quatro milhões de crianças e jovens, estudantes da 1ª à 8ª séries, já foram beneficiados.

Trata-se do Projeto “Coquetel nas Escolas”, desenvolvido desde 2001 pela Ediouro e que conta com o apoio do Ministério da Educação (MEC).A iniciativa já chega a 18 mil escolas em todo o Brasil, em capitais e no interior dos Estados.

De acordo com a editora, as palavras cruzadas, na percepção de muitos educadores, tornam as aulas mais leves e divertidas, distraindo e ensinando os estudantes ao mesmo tempo. As novas palavras e expressões contribuem para a melhora do vocabulário, ajudam a aperfeiçoar a ortografia e desenvolvem o raciocínio e a memória.

Segundo a professora Rosana Vedor Gonçalves, da EMEF Bernardo José Maria de Lorena, em Cubatão (SP), o projeto desenvolvido com duas classes de 1ª série foi “magnífico”. “Os alunos ficaram mais produtivos e interessados no hábito de ler e escrever corretamente”, conta.

Matemática
Além das palavras cruzadas, os professores começam a testar outros tipos de passatempo, como o Sudoku e revistas de cruzadas em inglês. O Sudoku, um jogo com números que devem ser distribuídos em um quadrado de maneira lógica, ajuda os alunos na matemática e, segundo o paranaense Guilherme Marques dos Santos, também melhora a capacidade de argumentação.

Santos, que integrou a equipe brasileira no Campeonato Mundial de Passatempos, realizado no Rio de Janeiro em 2019, leva o Sudoku para seus alunos. “Para colocar um número, o estudante precisa justificar seu palpite. Se chutar, ele logo percebe que mais à frente não vai conseguir achar a solução”, afirma.

Qualquer escola pode participar do projeto e receber as doações de revistas da Ediouro. As escolas precisam preencher o cadastro disponível no site www.coquetel.com.br e pagar apenas a postagem. 

Redação Terra

Veja também: