Menu fechado

Artigo: Metodologia do Pensamento

Com efeito, o século XXI começou com o potencial de comunicação escrita imensamente ampliada pela internet num planeta vastamente degradado e complexo. Nos traz uma inquietação que nos leva a questionamentos diários como: O que acontece conosco quando morremos? Até que ponto estamos conscientes de nossa visão?

Será que precisamos ver nossas idéias e nossos ideais ameaçados e pisoteados para que possamos compreendê-los? A necessidade de orientação é fundamental; principalmente em nossas vidas, para que possamos descobrir por que estamos vivos. A ausência da dimensão ética estabeleceu sobre a humanidade a expansão soberana do individualismo; sem argumentos e diálogo, mostrando uma realidade fatalista do comportamento ético. Precisamos ter consciência de que o saber se transforma em poder e este é a mais poderosa forma de conhecimento.

Um saber que se faz uma alternativa para o conhecimento do mundo, dos acontecimentos, e das possíveis saídas para que possamos encontrar uma saída para salvarmos a humanidade e nossa mãe-terra da destruição definitiva. Cada língua oferece a possibilidade de tudo dizer; é sempre pela linguagem que o homem se aproxima dos fatos e faz a experiência do mundo. Porém, devemos perceber que podemos utilizá-la de forma empírica, científica, emocional, religiosa e ditatorial.

São inquietações a serem desvendadas, para que possamos analisar nossa performance existencial dentro de uma complexidade humana hoje radical e impaciente. O pensamento tem o centro nervoso no cérebro. O cérebro é binário, fonte de um modo de pensar/outro modo de pensar. Então o homem não é proibido de pensar, porém o mundo atual oferece ferramentas que impede a maioria dos seres humanos de raciocínio próprio, e não podemos descuidar da calamidade em que a sociedade está passando, principalmente pelo seu comportamento destemperado, custeado pela soberania de uma pequena parte que tem interesse direto nisso, e força emoções características, para enfraquecer o raciocínio social.

O poder do pensamento é encarado de forma competitiva, na qual quem consegue superar os problemas com carisma sobressai, não deixando as barreiras apequenar suas virtudes, implementando traços característicos do raciocínio com habilidade e coerência, debatendo de frente todos os problemas. Quando você faz um bom uso das habilidades de raciocínio, terá segurança sobre aquilo que está fazendo, e saberá qual serão os possíveis resultados. 

“Descobrir o que se quer da vida pode ser mais fácil por intermédio do processo da definição de objetivos.” Shakti Gawain 

Péricles Gomes, professor de geografia do curso Cisne Branco e Centro Educacional Betel em Queimados, Baixada Fluminense RJ.

Veja também: