Menu fechado

Características dos seres vivos

Seres vivos:

São compostos por:



– Substâncias inorgânicas: água e sais minerais.

– Substâncias orgânicas (possuem o carbono como elemento principal): carboidratos, lipídios, proteínas, ácidos nucléicos e vitaminas.



Composição química aproximada da matéria viva:

– 75 a 85% de água

– 1% de sais minerais

– 1% de carboidratos

– 2 a 3% de lipídios

– 10 a 15% de proteínas

– 1% de ácidos nucléicos



Reprodução – É a capacidade que têm os seres vivos de originar novos indivíduos semelhantes a eles. Pode ser: sexuada (gâmica) ou assexuada (agâmica).



Evolução – É a transformação gradual de grupos de organismos ao longo do tempo, dando origem a novas espécies.



Metabolismo – É o conjunto de processos químicos responsáveis pela transformação e utilização da matéria e da energia pelos organismos. Apresenta duas etapas: anabolismo (processos de síntese) e catabolismo (processos de degradação ou análise).



Organização celular – Com exceção dos vírus, todos os seres vivos são formados por células.



De acordo com o tipo de célula os seres vivos podem ser:



– Procariontes – Possuem células procariotas, isto é, com membrana celular, citoplasma e nucleóide. Ex.: bactérias, algas azuis ou cianofíceas.



– Eucariontes – Possuem células eucariotas, isto é, com membrana celular, citoplasma e núcleo. Ex.: fungos, plantas e animais.



– Diferenciação celular – Ocorre nos seres multicelulares. As células sofrem modificações dando origem a grupos de células com formas variadas, cada qual adaptada ao exercício de uma determinada função.





Classificação dos seres vivos





São cinco reinos:



Moneras. Seres unicelulares (formados por uma única célula) procariontes (células sem núcleo organizado). O material hereditário é constituído por ácido nucléico no citoplasma. São as bactérias e as cianófitas (algas azuis), antes consideradas vegetais primitivos.



Protistas. Seres unicelulares eucariontes (que possuem núcleo individualizado). Seu material genético está organizado nos cromossomos, dentro do núcleo. Representados por protozoários, como a ameba, o tripanossomo (causador do mal de Chagas) o plasmódio (agente da malária), que até a metade do século XX eram considerados animais primitivos.



Fungos. Seres eucariontes uni e pluricelulares como as leveduras, o mofo e os cogumelos. Já foram classificados como vegetais, mas sua membrana possui quitina, molécula típica dos insetos e que não se encontra entre as plantas. São heterótrofos (não produzem seu próprio alimento), por não possuírem clorofila.



Plantas. São os vegetais, desde as algas verdes até as plantas superiores. Caracterizam-se por ter as células revestidas por uma membrana de celulose e por serem autótrofas (sintetizam seu próprio alimento pela fotossíntese). Existem cerca de 400 mil espécies de vegetais classificados



Animais. São organismos multicelulares e heterótrofos (não produzem seu próprio alimento). Englobam desde as esponjas marinhas até o homem, cujo nome científico é Homo sapiens.

Veja também: