Menu fechado

A Paixão de Um Rei – Jorge Amado

A Paixão de um Rei – Jorge Andrade

Neste livro, Jorge Andrade conta a história da primeira e mais aprazível praça pública do Rio de Janeiro.

Como a lagoa do Boqueirão, que era evitada pelos cariocas, virou um aprazível recanto?

Só mesmo o romance do novo vice-rei Luiz de Vasconcellos e Souza com uma linda donzela poderia determinar que a imunda lagoa fosse aterrada e surgisse sobre os traços do grande Mestre Valentim, o Passeio Público, que foi aberto à população em 1783.

As festas, sendo que, uma das maiores ocorreu no ano de 1786 quando se comemorou o casamento do príncipe D. João VI e a princesa D. Carlota Joaquina.

Os animados saraus que movimentavam o jardim nas noites de luar no final do século XVIII. Neste tempo a Rua das Marrecas era conhecida como Rua das Belas Noites.

O livro adentra pelo século XX e fala do cassino que funcionava no local.

Em 1937 o prefeito Henrique Dodswort demoliu os prédios do cassino e restaurante, entregando o Passeio aos cuidados do recém-criado Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, que conseguiu recompor o Passeio da melhor maneira, aproximando aos originais traçados de Mestre Valentim quando da época de sua inauguração.

Veja também: