Menu fechado

Alguns Haicais – Guilherme de Almeida

Alguns HaicaisGuilherme de Almeida

O PENSAMENTO
O ar. A folha. A fuga.
No lago, um círculo vago.
No rosto, uma ruga.

HORA DE TER SAUDADE
Houve aquele tempo…
(E agora, que a chuva chora,
ouve aquele tempo!)

INFÂNCIA
Um gosto de amora
comida com sol. A vida
chamava-se “Agora”.

CIGARRA
Diamante. Vidraça.
Arisca, áspera asa risca
o ar. E brilha. E passa.

CONSOLO
A noite chorou
a bolha em que, sobre a folha,
o sol despertou.

CHUVA DE PRIMAVERA
Vê como se atraem
nos fios os pingos frios!
E juntam-se. E caem.

NOTURNO
Na cidade, a lua:
a jóia branca que bóia
na lama da rua.

OS ANDAIMES
Na gaiola cheia
(pedreiros e carpinteiros)
o dia gorjeia.

TRISTEZA
Por que estás assim,
violeta? Que borboleta
morreu no jardim?

PESCARIA
Cochilo. Na linha
eu ponho a isca de um sonho.
Pesco uma estrelinha.

JANEIRO
&nbs

Veja também: